Anuncie aqui

Anuncie aqui

domingo, 12 de agosto de 2018

Baleia encalha em banco de areia em praia de Goiana, no Grande Recife

Pescadores retiraram animal de área de coral, em Ponta de Pedras, e conseguiram levá-lo de volta para o mar. Biólogos consultados pela TV Globo informaram que se trata de jubarte.

Baleia encalhou na Praia de Ponta de Pedras, em Goiana, no Grande Recife (Foto: Álvaro Mello/ WhatsApp)
Baleia encalhou na Praia de Ponta de Pedras, em Goiana, no Grande Recife (Foto: Álvaro Mello/ WhatsApp)
Uma baleia encalhou na Praia de Ponta de Pedras, em Goiana, no Grande Recife, neste domingo (12). Durante a manhã, pescadores retiraram o animal de um banco de areia localizado em uma área de corais e conseguiram levá-lo de volta para o mar. A TV Globo enviou fotos para biólogos, que confirmaram que o animal é da espécie jubarte.

A empresária Daniela Berti, proprietária de uma fazenda do município, informou que os pescadores ficaram revoltados com a falta de apoio das autoridades para desencalhar a baleia. "Eles diseram que chamaram todos os órgãos e ninguém apareceu", declarou.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros informaram ter recebido chamadas de moradores, mas alegaram que não era possível atender a essa ocorrência.

A Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH) informou que entraria em contato com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) para tomar as providências. O Ibama disse que acionaria a Marinha.

Pescadores empurraram para o mar a baleia que encalhou em Ponta de Pedras, em Goiana, no Grande Recife  (Foto: Álvaro Mello/WhatsApp)
Pescadores empurraram para o mar a baleia que encalhou em Ponta de Pedras, em Goiana, no Grande Recife (Foto: Álvaro Mello/WhatsApp)
De acordo com o blogueiro Álvaro Mello, por volta das 6h, pescadores encontraram a baleia na areia. Como a maré estava baixando, a situação do animal ficou mais complicada. O animal tem cerca de quatro metros de comprimento, segundo Mello.

“A gente começou a empurrar a baleia para a água. Parecia que o bicho estava com algum ferimento e com uma nadadeira com problema. Por isso, não conseguia ir para longe e ficava nadando em círculos”, afirmou Mello.

O blogueiro disse, ainda, que a baleia ficou presa em um banco de areia a uma distância de 500 metros da orla. “Aqui, quando a maré baixa muito, fica muito raso mesmo. Foi muito difícil colocar o bicho na água”, acrescentou.

Por volta das 11h, os pescadores informaram que já tinham conseguido colocar a baleia em uma área com maior profundidade.


Por G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário