Ouça a Nossa Web Radio

Anuncie aqui

Anuncie aqui

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Homem é assassinado em igreja enquanto participava de culto evangélico no Grande Recife

Crime ocorreu na noite de domingo (14), em templo da Assembleia de Deus no Bairro dos Estados, em Camaragibe. Duas pessoas ficaram feridas por balas perdidas, segundo a polícia.

Assembleia de Deus, em Camaragaibe, no Grande Recife, foi palco de assassinato no domingo (14) (Foto: Reprodução/WhatsApp)
Um homem foi assassinado enquanto participava de um culto evangélico realizado, na noite de domingo (14), na Assembleia de Deus, em Camaragibe, no Grande Recife. De acordo com a Força-Tarefa de Homicídios da Polícia Civil, duas pessoas ficaram feridas por balas perdidas e foram levadas a unidades de saúde da zona oeste da capital pernambucana.

O departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionado por volta das 20h30 de domingo. Segundo relatos feitos por testemunhas aos agentes da Força-Tarefa, dois homens encapuzados chegaram ao templo a pé. O alvo deles era, segundo a polícia, Elias Pereira de Lira, de idade não informada, que morreu no local.

Também ficaram feridos, segundo informações da Polícia Civil, um idoso e uma adolescente. Eles seguiram para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá e depois tiveram que ser transferidos para o Hospital Otávio de Freiras, no bairro do Sancho, no Recife.

Os frequentadores da igreja relataram para a polícia que o templo estava muito cheio durante o culto. Por meio de nota enviada na noite de domingo (14), A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco lamentou o crime ocorrido na unidade de Bairro dos Estados.

De acordo com a nota da congregação, o homem que foi vítima do crime frequentava o templo há três meses e “estava em busca de recuperação de sua vida pregressa”. A instituição religiosa informou que tem o dever de receber todos aqueles que buscam transformação de vida.

A Igreja se colocou à disposição da Justiça para todos os esclarecimentos que se façam necessários. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).


Por G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário