Ouça a Nossa Web Radio

Anuncie aqui

Anuncie aqui

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Cinco são mortos em chacina na Zona Leste de Porto Alegre

As vítimas estavam em duas casas localizadas no mesmo terreno, no Beco da Taquara, na Lomba do Pinheiro. Quatro delas eram da mesma família

Local onde aconteceram três das mortes, na Lomba do Pinheiro, Zona Leste de Porto Alegre. (Foto: Giulia Perachi/RBSTV)
Cinco pessoas foram encontradas mortas a tiros em duas casas localizadas em um mesmo terreno, no Beco da Taquara, na Lomba do Pinheiro, na Zona Leste de Porto Alegre, nesta quarta-feira (27). De acordo com a polícia, os indícios preliminares apontam que as vítimas foram executadas, quatro eram da mesma família.

Segundo o delegado João César Nazario, da Delegacia de Homicídios, oito homens armados entraram nas casas. Eles tinham como alvo o líder do tráfico de drogas na região. "Mataram o patrão (chefe) do tráfico nessa casa, e saíram dando diversos tiros para o alto", afirmou o delegado.

De acordo com ele, entre os mortos estão a esposa do chefe da facção, a irmã e o cunhado. A quinta vítima não se sabe o parentesco.

Conforme a Brigada Militar, um vizinho ligou para a polícia após ouvir diversos disparos de arma de fogo e movimentação de carros e motos.

Uma guarnição da polícia foi deslocada para a região, onde foi localizado um casal mortos a tiros dentro de uma das casas, e mais três pessoas - dois homens e uma mulher - em um outro imóvel localizado aos fundos do terreno.

O local foi isolado e a polícia ainda atende à ocorrência. A polícia foi acionada por volta das 5h10. As vítimas ainda não foram identificadas, e não se sabe a motivação do crime.

Foram encontrados no local estojos de armas dos calibres 9mm e 45mm, de uso restrito.

De acordo com Nazário, ao deixar a casa os homens gritavam o nome de uma facção criminosa, o que reforça os indícios de que se trata de um crime relacionado com o tráfico de drogas.

A polícia já tem a identificação das vítimas, mas ainda não detalhou se todos os mortos eram alvos dos criminosos.


Por G1 RS e RBSTV

Nenhum comentário:

Postar um comentário