Anuncie aqui

Anuncie aqui

domingo, 4 de junho de 2017

Morre jovem venezuelano que foi queimado vivo em protesto a Maduro

O crime ocorreu dia 20 de maio, em Caracas

DR
Morreu na madrugada deste domingo (4) o jovem que foi esfaqueado e queimado vivo por supostos manifestantes opositores ao governo da Venezuela. O crime ocorreu dia 20 de maio, em Caracas.

De acordo com a Procuradoria venezuelana, Orlando Figuera, de 22 anos, morreu no hospital onde estava recebendo tratamento para as graves queimaduras que sofreu durante o ataque.

Segundo informações do G1, subiu para 65 o número de mortes desde que começaram as manifestações da oposição contra o presidente Nicolás Maduro, no dia 1 de abril.

"Acaba de falecer de parada cardiorrespiratória o jovem Orlando Figuera, esfaqueado e queimado em vida por mentes doentes de ódio em Altamira (leste de Caracas)", escreveu o ministro da Comunicação, Ernesto Villegas.


POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário