Anuncie aqui

Anuncie aqui

segunda-feira, 20 de março de 2017

Lotação em hospital teria causado superbactéria que matou 2 bebês

Recém-nascidos morreram na última quarta-feira (15) após serem infectados pela superbactéria Klebsiella pneumoniae Carbapenemase (KPC)


Um comunicado do Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, confirmou neste domingo (19) que dois recém-nascidos morreram na última quarta (15) após serem infectados pela superbactéria Klebsiella pneumoniae Carbapenemase (KPC). A diretora da unidade, Sara Gardênia, afirmou que a doença foi ocasionada por excesso de pacientes internados na Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (Ucin). O fato isolou a ala, que não recebeu mais pacientes desde a última sexta-feira (17).


“Isso foi reflexo de uma superlotação de que o Materno Infantil enfrentou desde o carnaval e que agora a gente está vendo aí o resultado, uma unidade onde tinha capacidade para 22 bebês, a gente chegou a ter 35", contou.

De acordo com o G1, 15 recém-nascidos estão no Ucin atualmente. De acordo com Sara, os todos cuidados necessários estão sendo cuidados para que eles também não sejam infectados pela superbactéria. A assessoria de imprensa informou a ala não deve receber novas internações até a próxima quarta-feira (22).


POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário