Anuncie aqui

Anuncie aqui

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Polícia prende homem de 62 anos suspeito de estuprar duas netas no Grande Recife

Vítimas têm 9 e 14 anos de idade. Segundo a polícia, o homem também é suspeito de abusar sexualmente de uma vizinha das netas, que tem 9 anos.

Resultado de imagem para estupro de crianças ilustração
Foto: Ilustrativa
A Polícia Civil de Pernambuco prendeu um pedreiro de 62 anos suspeito de estuprar as duas netas, de 9 e 14 anos. O homem preso em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, também é suspeito de estuprar uma vizinha de 9 anos de idade, que é amiga das outras duas vítimas. Os detalhes da prisão, que ocorreu na sexta-feira (10), foram divulgados nesta segunda-feira (13).

De acordo com o delegado Ivaldo Pereira, da Delegacia de Paulista, os abusos sexuais contra a adolescente de 14 anos vinham acontecendo há oito anos. “Nós temos um áudio gravado pela tia das crianças onde o autor confessa ao irmão esses abusos. Ele abusava a de 14 anos desde os 6 anos, mas ela não quis mais ceder às pressões desse indivíduo. Ele ameaçava dizendo que ia matar o pai, a mãe e a própria vítima, caso ela contasse qualquer coisa tanto para os pais, algum amigo, qualquer pessoa”, explica.

Nos depoimentos que deram ao Conselho Tutelar e à equipe psicológica do Departamento de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA), as vítimas contaram como o suspeito as abordava em casa. “Eu tive acesso aos depoimentos, que deixam bastante indignação. Elas relatam com detalhes como eram os abusos. Elas estavam lavando os pratos, por exemplo, e ele chegava por trás e alisava os seios e as nádegas das meninas”, conta o delegado.

O homem preso foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável. “A pena prevista é de 8 a 15 anos por cada estupro. Esperamos que ele fique preso até o julgamento e responda por todos esses delitos”, complementou.

Outra prisão

A polícia também divulgou a prisão de um homem de 42 anos que já havia sido preso em 2004 pelo crime de estupro de vulnerável e foi recapturado novamente após 10 anos da data em que não retornou de um benefício de saída temporária do presídio.

“Ele estuprou uma menor que tinha problemas mentais, que tinha 9 anos na época. Foi preso em flagrante e, quando teve o benefício de saída temporária, e não retornou, isso no ano de 2007. Tivemos informações de que ele estava residindo em Maria Farinha e agora retorna à prisão”, finalizou o delegado Ivaldo Pereira.


Por G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário