Anuncie aqui

Anuncie aqui

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Aplicativo 'Hater' poderá se transformar em rede social do ódio

Ideia é que a plataforma de paquera possa unir pessoas no futuro - e não apenas casais

Foto: Reprodução
Uma expansão do aplicativo 'Hater' - que promete unir casais que odeiam as mesmas coisas - poderá fazer com que a plataforma passe a concorrer com serviços como o Facebook.

O fundador e CEO da empresa, Brendan Alper, afirmou que o app vai passar por uma transformação em breve. "Podemos oferecer uma experiência que seja mais social e menos sobre encontrar pessoas online e que poderia crescer mais organicamente", declarou.

De acordo com o site Olhar Digital, a ideia é que o 'Hater' possa unir pessoas - e não apenas casais.

"Com aplicativos de paquera, todo mundo está lá pela mesma razão… isso cria uma pressão inacreditável. No mundo real, não funciona desse jeito… queremos ser um lugar em que todo mundo possa interagir, não apenas os solteiros", declarou o executivo.


POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário