Anuncie aqui

Anuncie aqui

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Pernambuco registra 13% mais homicídios em 2016

Estatísticas da Secretaria de Defesa Social só levam em consideração dados de janeiro a novembro. Foram 3.541 homicídios em 11 meses de 2015, que subiram para 4.007 em 2016.

Cúpula da Polícia Civil de Pernambuco apresentou balanço das operações de 2016
(Foto: Thays Estarque/G1)


Indo na contramão da meta estabelecida pelo Pacto Pela Vida, que é reduzir, anualmente, em 12% o número de homicídios no estado, Pernambuco registou crescimento de mais de 13% de crimes contra a vida em 2016. Segundo a Secretaria de Defesa Social, de janeiro a novembro de 2015 foram 3.541 homicídios. Em 2016, esse número subiu para 4.007, levando em conta o mesmo período do ano.

Durante coletiva na manhã desta segunda-feira (2), a Polícia Civil divulgou um balanço das Operações de Repressão Qualificada. Dentro dessas investigações, 32% dos presos estavam ligados à crimes de homicídios. Para o chefe da corporação, Antônio Barros, ano passado foi um ano difícil que refletiu, também, numa crise da segurança publica no estado.

"São muitos fatores que levam a isso [ao aumento no número de homicídios]. É importante que a polícia sempre pegue o Pacto Pela Vida, fazendo recordes e reflexões, sempre procurando otimizar suas ações. Nós estamos sendo cobrados pelo governador e pelo secretário de Defesa Social semanalmente. É preciso rever o que estamos fazendo certo para fazer melhor e o que a gente fez de errado que possamos corrigir. Eu tenho certeza que em 2017 estaremos melhores", pontuou Barros.

Ainda no dia 22 de novembro de 2016 o número de homicídios já havia superado o total registrado em 2015. Foram 3.902 em contrapartida dos 3.888 em 2015.

O ano de 2016 terminou, segundo o chefe da Polícia Civil, com um total de 2.579 inquéritos de homicídios e tentativas do crime concluídos. Um aumento de 9% em relação a 2015.


Por Thays Estarque, G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário