Anuncie aqui

Anuncie aqui

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Requalificado há dois anos, Ceasinha deve ganhar sistema de ventilação em 2017

Fotos: Reprodução

Permissionários do Mercado do Rio Vermelho, conhecido como Ceasinha, administrado pela Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), voltaram a reclamar do intenso calor no local em contato com a reportagem. Mas parece que o sofrimento está chegando ao fim.

Ao Bocão News, a coordenadora do estabelecimento, Claudia Menezes, esclareceu que desde que foi entregue o mercado não tinha projeto de climatização. “Não foi projetado para ter ar condicionado e os permissionários sempre souberam. Por isso, nunca foi instalado. Nós estamos analisando alguns projetos e orçamentos. Estamos conversando com fornecedores. Precisamos de uma avaliação técnica para que seja garantido que realmente vai diminuir o calor. Porque diminuir dois graus não adianta”, detalha. 

Ainda de acordo com a coordenadora do mercado, nas primeiras semanas de janeiro do próximo ano haverá uma nova reunião para que o processo seja finalizado. “A gente está fazendo um projeto de ventilação. Já que um mercado climatizado pesa no bolso do permissionário”, afirma.

Em maio de 2014, o Governo do Estado entregou as obras de requalificação no Mercado do Rio Vermelho. Com investimentos da Caixa Econômica de R$ 28 milhões, a reforma ampliou em 88% a área construída. Já as vagas de estacionamento aumentaram 140%, sendo que 179 das 240 foram projetadas em área coberta. A administração da nova Ceasinha era feita pela Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), que após ser extinta ficou sob a gerência da Sudic.


Por Adelia Felix
Fonte: Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário