Anuncie aqui

Anuncie aqui

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Passageira é presa com 45 mil comprimidos de ecstasy no Aeroporto do Recife

Segundo a PF, apreensão de 13,7 kg da droga é a maior desse tipo de entorpecente já realizada em Pernambuco. Mulher de 25 anos foi autuada por tráfico internacional de drogas.

PF apreendeu 45 mil comprimidos de ecstasy no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre (Foto: PFPE/Divulgação)


A maior apreensão de ecstasy já realizada em Pernambuco e a maior da Região Nordeste nos últimos cinco anos, segundo a Polícia Federal, ocorreu no Recife na noite da quarta-feira (14). Policiais federais encontraram 45 mil comprimidos de ecstasy, totalizando 13,7 kg da droga, dentro de duas malas no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre, na Zona Sul da capital. Uma mulher de 25 anos natural de Guarulhos (SP), que desembarcou com a bagagem, foi presa por tráfico internacional de entorpecentes.

A PF relatou que a jovem aparentou nervosismo no desembarque, ao passar pela fiscalização de rotina, o que gerou desconfiança entre os policiais, que a abordaram. Após uma entrevista prévia, a equipe fez uma vistoria nas duas malas da suspeita e, no raio-x, foi constatado um fundo falso, onde havia diversos comprimidos envoltos em embalagem retangulares.

Além da droga, também foram apreendidas as passagens aéreas, o passaporte e dois aparelhos celulares da mulher. Caso seja condenada, ela poderá cumprir pena que varia de 5 a 20 anos de reclusão. No interrogatório, ela confessou que estava transportando a droga, informou a PF. A jovem, que é cabeleireira e tem um filho de 8 anos de idade, relatou que estava com problemas financeiros e aceitou a proposta de R$ 30 mil, feita por um amigo que mora em São Paulo, para trazer a droga sintética da Europa.


Mulher desembarcou no Recife com ecstasy escondido no fundo falso da mala; a droga veio da Europa e seguiria para São Paulo (Foto: PFPE/Divulgação)

“Dessa forma, viajou para a Europa, saindo do país por São Paulo com destino a Lisboa e depois foi para Amsterdã, na Holanda. Disse também que havia recebido R$ 3,5 mil antecipados para custear algumas despesas com a viagem. Por fim, informou que, ao chegar em Amsterdã, uma pessoa que não conhece entregou as duas malas já preparadas com um fundo falso onde estaria escondida a droga sintética e, ao desembarcar no Recife, foi presa por policiais federais”, traz a nota da PF.

Após a autuação, a mulher realizou exame de corpo delito no Instituto de Medicina Legal (IML). Ela será encaminhada para audiência de custódia, onde a Justiça decidirá pela prisão preventiva ou pela liberação para responder ao processo em liberdade. Caso a prisão seja ratificada, a Polícia Federal a encaminhará para a Colônia Penal Feminina, no Engenho do Meio, na Zona Oeste do Recife, onde ficará à disposição da Justiça Federal de Pernambuco.

O ecstasy é uma droga sintética também conhecida como bala ou pastilha. De acordo com a PF, esta é a 29ª apreensão de drogas que policiais federais realizam em Pernambuco neste ano, das quais 14 foram realizadas no Aeroporto do Recife. Até agora, 36 pessoas (27 homens e 9 mulheres) foram presas. Dessas prisões, 14 aconteceram no terminal aéreo. Em 2015, houve apenas uma apreensão no aeroporto, com a prisão de duas mulheres.


Por Cláudia Ferreira, G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário