Anuncie aqui

Anuncie aqui

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Mulher é presa suspeita de roubar casal de idosos para quem trabalhava

Nos nove meses que trabalhou no local ela roubou mais de 20 joias, objetos pessoais e um valor de até R$ 60 mil em dinheiro.

Mulher é suspeita também de roubar joias e objetos pessoais dos idosos 
(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Polícia Civil prendeu, na manhã desta quinta-feira (1º), uma mulher de 46 anos suspeita de roubar um casal de idosos, de 74 e 71 anos, no bairro do Parnamirim, na Zona Norte do Recife. A mulher, que começou a trabalhar na casa como cuidadora, ganhou a confiança e passou a atuar como governanta da propriedade. De acordo com o delegado Paulo Ramé, nos nove meses que trabalhou no local, ela roubou mais de 20 joias, objetos pessoais e um valor de até R$ 60 mil.

Para a polícia, ela usou a boa vontade e a confiança da família para cometer os crimes. Com acesso a quantias, senhas dos cartões, contas bancárias e veículos da família, ela comandava uma equipe de funcionários formada por cozinheira, faxineira, serviços gerais, motoristas e cuidadoras. Ao todo, nove funcionários estavam sob sua supervisão.

“Ela começou como cuidadora e logo ganhou a confiança do casal de idosos e da família deles, ao ponto da senhora de 71 anos confiar tanto nela que entregava cheques em branco para que ela preenchesse”, contou Paulo Ramé. Os valores dos cheques variavam de R$ 1.500 a R$ 8 mil.


Com poder de admitir e demitir quem quisesse, o delegado acredita que o grande erro dela foi demitir o motorista e colocar seu marido no lugar. Sem conhecimento dos proprietários, os dois circulavam com os veículos da família durante o fim de semana.

“Ela só foi pega porque eles levaram uma multa na BR 232, na altura de Gravatá. A filha da vítima recebeu a multa e foi questionar a governanta. Ali ela já estranhou e resolveu investigar mais a fundo. Foi quando ela descobriu com os demais funcionários coisas que ela não sabia da governanta”, apontou Ramé.

A denúncia foi feita em maio deste ano, mas a prisão só ocorreu na manhã desta quinta-feira (1º). A mulher foi detida pelos polícias em sua casa, no bairro de Maranguape, em Paulista, no Grande Recife. No local, foram recuperados todos os pertences das vítimas. Segundo o delegado, ela admitiu os crimes e alegou estar arrependida.

“Também, não tem como negar o que fez. Além das joias e do dinheiro, ela roubou uma câmera e brinquedos dos netos. Encontramos tudo na sua casa. Não se faz isso com um casal de idosos. Ele sofre com os sintomas do Parkinson e ela com um câncer”, detalhou o delegado.

A mulher foi encaminhada para a Colônia Penal Feminina do Recife, no bairro do Engenho do Meio. Ela foi indiciada por estelionato, podendo pegar de 1 a 5 anos de cadeia, e furto qualificado por abuso de confiança, que tem pena prevista de 2 a 8 anos de reclusão, caso seja condenada. “Ela produziu provas contra ela. Inclusive, postava fotos nas redes sociais usando as joias roubadas”, concluiu Paulo Ramé.


Por Thays Estarque
Do G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário