Anuncie aqui

Anuncie aqui

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Celebrações no Recife marcam centenário de nascimento de Arraes

Miguel Arraes foi três vezes eleito governador de Pernambuco e uma vez prefeito da capital. Ele era considerado um expoente da esquerda brasileira.

Miguel Arraes foi um dos grandes líderes da esquerda brasileira 
(Foto: Arquivo pessoal)

O ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes faria 100 anos de idade nesta quinta-feira (15). Para marcar o centenário do nascimento de uma das principais figuras políticas do estado, diversos eventos serão realizados no Recife, entre celebrações, lançamentos de livros e homenagens, além do lançamento de um selo comemorativo, pelos Correios, com o rosto de Arraes.

Nascido no Ceará, Arraes trilhou a carreira política em Pernambuco, sendo conhecido nacionalmente. Economista e advogado, foi prefeito do Recife, deputado estadual e federal e o único político a ser eleito governador do estado por três vezes. O Instituto Miguel Arraes, a Fundação João Mangabeira e o Partido Socialista Brasileiro (PSB), do qual Arraes foi presidente, divulgaram a programação de homenagens para esta quinta-feira.

Os atos começam com sessão solene na Câmara Municipal do Recife, às 15h. Logo após, às 16h, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) também realiza uma sessão solene, em homenagem ao ex-governador. Na Paróquia de Casa Forte, Zona Norte do Recife, será celebrada uma missa em ação de graças, às 18h.

Organizada pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), será inaugurada a Exposição Miguel Arraes 100 anos, no Museu do Estado, na Avenida Rui Barbosa, também na Zona Norte. Na ocasião, serão lançados cinco livros, dos autores Wandeck Santiago, Elisabeth Souza e Remigio, dois de Tereza Rozpwikwiat e outro de Marcos Cirano.


Também haverá sessão de autógrafos dos livros "Processo de Anistia Funcional de Miguel Arraes" e "Operação Condor", escritos por Antônio Campos, neto de Arraes. Por último, será lançada a segunda etapa do blog Arraes Vive, sob a coordenação de Elisa Arraes. Na ocasião, será prestada a uma homenagem especial à ex-primeira dama Magdalena Arraes.

O selo dos Correios em homenagem a Miguel Arraes poderá ser adquirido em todas as agências dos Correios, na loja virtual ou na Agência de Vendas a Distância.

Trajetória
Nascido em 15 de dezembro de 1916, na cidade de Araripe, no Ceará, Miguel Arraes foi considerado um expoente da esquerda brasileira. Deputado estadual, federal e governador de Pernambuco por três vezes, teve o primeiro mandato interrompido pela ditadura. Arraes foi preso, levado para o arquipélago de Fernando de Noronha e deposto pelos militares, exilando-se na Argélia, em 1965.
Com a Lei da Anistia, Arraes voltou ao Brasil em 1979, quando filiou-se ao PMDB e se elegeu deputado federal, em 1982, e governador, em 1986. Já filiado ao PSB, ele foi eleito duas vezes deputado federal e, pela terceira vez, governador de Pernambuco.

Aos 88 anos de idade, Miguel Arraes morreu no dia 13 de agosto de 2005, mesmo dia em que, nove anos depois, o neto, o ex-governador Eduardo Campos, morreria após sofrer um acidente de avião durante a campanha presidencial de 2014.


Por G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário