Anuncie aqui

Anuncie aqui

sábado, 12 de novembro de 2016

Crise atinge 20 das 27 unidades federativas do Brasil

Ao contrário do que se pensa, não é só o Rio de Janeiro que enfrenta dificuldades

© DR

Muito se fala da crise financeira enfrentada pelo Rio de Janeiro, mas ele não está sozinho. Os estados brasileiros e o Distrito Federal somam um rombo de R$ 56 bilhões nas contas do primeiro semestre deste ano. De acordo com análise feita pelo G1, das 27 unidades da federação, 20 enfrentam crise que compromete serviços básicos e projetos.

De acordo com o site, ao menos 16 estados e o DF cortaram investimentos nos últimos dois anos. Em pior situação estão oito estados, que já atrasam salários de servidores. Seis deles, inclusive, não garantem que o 13º dos funcionários será pago.

O balanço fiscal dos estados está disponível no Sistema de Informações Fiscais do Setor Público Brasileiro (Sincofi), do Tesouro Nacional.

Diversos estados responsabilizam as reduções dos repasses do Fundo de Participação de Estados e Municípios (FPE) pela crise. Para piorar a situação, muitos estados tiveram aumento de despesas.

Na tentativa de dar suporte aos estados, no mês de agosto, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei de renegociação das dívidas dos estados com a União. Com a lei, o prazo para pagamento das dívidas foi prorrgado por 20 anos e os pagamentos previstos para 2016 foram adiados para 2017, na tentativa de desafogar as contas estaduais até o fim do ano.



POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário