Anuncie aqui

Anuncie aqui

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Centrais sindicais, movimentos sociais e estudantes param o Recife contra a PEC 55

Ato de protesto faz parte das atividades do Dia Nacional de Lutas

Servidores da Previdência Social e do Ministério da Saúde, áreas diretamente atingidas pela PEC 55, engrossam a mobilização. Foto: Sindsprev-PE/Cortesia

Os movimentos sociais, sindicais e os estudantes se uniram, nesta sexta-feira, para dizer não à Proposta de Emenda Constitucional 55/16, a PEC 55. Milhares de pessoas tomam as ruas do Recife em um ato de protesto e conscientização da sociedade para o plano de limitação de investimentos em áreas essenciais, como saúde, educação e assistência social, por 20 anos previsto pela PEC. A concentração da mobilização começou às 15h, na Praça do Derby. No início da noite, o grupo deu início à passeata. Após fechar a Avenida Agamenon Magalhães, por volta das 18h, a mobilização segue pela Avenida Conde da Boa Vista. 

Munidos de faixas, bandeiras, cartazes e carro de som, o movimento, que foi convocado pelas centrais sindicais, seguirá em caminhada pelo Centro do Recife. Organizações filiadas à Central Única dos Trabalhadores (CUT-PE) e a CSP-Conlutas vestem de vermelho o movimento. Entre os sindicatos atuantes na manifestação estão os professores estaduais e da Universidade Federal de Pernambuco, os previdênciários e servidores da Saúde.

Votação da PEC 55
A proposta já foi aprovada no Congresso Nacional, onde tramitou como PEC 241, e deve ser votada na próxima semana no Senado Federal.

Bloqueios no trânsito

MST fechou rodovias federais por todo o estado. Na foto, BR-232, em Jaboatão. 
Foto: PRF/Divulgação

Além da mobilização na capital, que teve protestos pontuais no início da manhã nas Agências da Previdência Social e nas ocupações estudantis, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra também fechou diversas rodovias. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, foi registrada obstrução no tráfego em Goiana, no Km 7 da BR-101, Igarassu, no Km 41 da BR-101, em Vitória de Santo Antão, no Km 51 da BR-232, em Escada, no Km 124 da BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, no Km 15 da BR-232, e em Moreno, no Km 27 da BR-232. Além dessas manifestações, o MST também fechou o Km 67 da BR-101, próximo à Universidade Federal de Pernambuco.


Fonte: Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário