Anuncie aqui

Anuncie aqui

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Chegada do furacão Matthew aos EUA faz Cumbica cancelar três voos

Nesta quinta-feira (6) um voo da Latam atrasou; outro tem previsão de atraso.
Furacão causou mortes no Haiti; estados dos EUA declararam emergência.

O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, teve três voos cancelados para cidades da Flórida, nos Estados Unidos, na noite desta quarta-feira (5) devido ao furacão Matthew.

O furacão já atingiu o Haiti, a República Dominicana, Cuba e agora segue em direção ao sudeste dos Estados Unidos. Os estados norte-americanos da Flórida, Georgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte já declararam situação de emergência.

De acordo com a assessoria do aeroporto, na noite de quarta-feira (5) dois dos voos cancelados eram da companhia aérea American Airlines, com destino a Miami, às 21h25 e às 23h05. O outro voo era da companhia Latam, com destino à Orlando, às 22h05.

Nesta quinta-feira (6) o voo da Latam 8094 em direção a Miami atrasou. O voo estava previsto para às 10h45, mas foi remarcado para 5h30 de sexta-feira. O voo 8090, também com destino a Miami, previsto para sair às 23h, também tem previsão de atraso. Segundo a assessoria, o avião deverá decolar às 5h de sexta-feira (7).

Sobre o furacão 

O furacão Matthew deixou ao menos 108 mortos no Haiti, informou nesta quinta-feira (6) por telefone à AFP o ministro haitiano do Interior, François Anick Joseph. Segundo a Reuters, o Matthew foi a tempestade mais forte em quase uma década no Caribe. A poderosa tempestade matou 50 pessoas no município de Roche-à-Bateau, no sul do país, que ficou completamente devastado, segundo o deputado do departamento do sul, Ostin Pierre-Louis.

A tempestade pode atingir diretamente a Flórida ou passar logo ao lado do litoral do estado na noite desta quinta-feira. Os danos podem ser "catastróficos" se o furacão se abater diretamente sobre a Flórida, alertou o governador Rick Scott, exortando cerca de 1,5 milhão de pessoas a obedecerem a ordens de retirada.

Nesta quarta (5), o presidente americano Barack Obama alertou para a chegada do furacão no país. Os governos da Flórida, Geórgia, e Carolina do Sul emitiram ordem de evacuação aos moradores do litoral. De acordo com o canal Weather Channel, mais de 12 milhões de habitantes dos EUA estão sujeitos a avisos e alertas de furacão.

FONTE: G1 São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário